por-ai category image
26 de junho de 2013
Postado por Sara Nascimento

21 de junho, Curitiba – Dia 1

Depois de uma mudança de portão avisada de última hora, um pouco de turbulência e muita nuvem, finalmente chegamos em Curitiba nesse início de tarde fria e chuvosa, mas nada como uma diversão boba (tipo sair fumacinha da boca ao falar) pra fazer-nos ver como é bacana passar alguns dias no frio <3

Frances - Aeroporto Internacional Luis Eduardo Magalhães

 16ºC - Curitiba

Por conta da chuva e do cansaço (acordamos antes das 5h por pura ansiedade, levamos mais 2:30 no avião e um pequeno engarrafamento entre o aeroporto e o hotel) acabamos não fazendo nem metade do nosso roteiro para o primeiro dia. Na verdade adiantamos algumas comprinhas que seriam feitas no sábado e deixamos todos os passeios para o sábado, quando, segundo a previsão do tempo, faria sol.

Depois de almoçarmos com chocolate quente (é, estava bem frio), passamos por uma feirinha na Praça General Osório onde #aloucadobambu comprou mais um utensílio para sua coleção e tirou algumas fotos das barraquinhas. Tinha barraquinhas com comidas típicas de outros países e de outros estados, inclusive acarajé e tapioca diretamente da Bahia!

Utensílios de bambu na feirinha

Também compramos umas besteirinhas na Casa China da Praça Rui Barbosa e se não fosse por Frances eu certamente teria que pagar alguns quilos de bagagem extra. Tínhamos a intenção de ir para o Shopping Estação e para uma reunião, porém diante do movimento da manifestação resolvemos voltar para o hotel.

Frances com preguiça de caminhar, rs

Hotel que eu adorei! Aí minha cama ainda estava arrumadinha ^^

Descemos um pouco mais tarde para dar uma volta e nos deparamos com uma manifestação pacífica e linda vindo da 7 de Setembro, seguindo para a Praça Tiradentes, onde reunia gente de todas as idades. Vou abrir um adendo para falar sobre a manifestação. Acompanhamos um trechinho próximo a Praça Tiradentes e até lá estava tudo ocorrendo pacificamente, com ajuda inclusive de guardas de trânsito para descongestionar as vias. Vimos muitos jovens, alguns adultos e uma senhora com um carro com o som tocando músicas que falam sobre o Brasil. No dia seguinte acabamos vendo os estragos que foram feitos por vândalos no Centro Cívico, mas não vou me ater sobre isso porque já basta a mídia televisiva dando tanto ibope para pessoas que, a meu ver, não são cidadãos e mereciam sim ser expulsos de uma manifestação que é séria. Quebrar a cidade só é prejuízo para nós mesmos. Não tive coragem de participar da manifestação em Salvador no dia do jogo, pois a fama da nossa polícia já superou fronteiras, e na internet já circulava desde a semana anterior sobre um comentário que teria sido feito pelo governador que o protesto não ia ocorrer. De toda forma, fiquei feliz de poder participar, mesmo que brevemente, da manifestação em Curitiba, e assim que tiver upado o vídeo que gravei por lá atualizo o post.

E assim terminou o nosso primeiro dia de viagem. No próximo post eu conto como foi o nosso dia de passeio pelos principais pontos turísticos.

por-ai category image
20 de junho de 2013
Postado por Sara Nascimento

Dicas para organizar uma viagem

Esta semana que passou foi uma correria! Coisinhas pequenas que acabaram se acumulando e a penúltima aula da pós somada a primeira aula da residência mais pendências das duas e do consultório, ou seja, uns bons minutos de pensamentos flutuantes no meio do dia. Para ajudar a não estressar, comecei a refazer na cabeça a lista de coisas que preciso organizar para viagem que farei no feriadão de são joão e resolvi fazer esse post com dicas de coisas básicas, mas que fazem a maior diferença se pensadas e organizadas com antecedência.

Eu e Frances fazemos 2 anos de namoro <3 e resolvemos nos presentear com esta viagem para a minha cidade favorita no Brasil (empatando com Salvador, vai). Se der tudo certo pretendo fazer o diário de viagem todos os dias, mas se não der certo vou atualizando o blog com o que rolou na próxima semana.

 

1. Planeje a sua viagem

Roteiro de viagem

Pode parecer óbvio (ou não!), mas gastar algumas horas no planejamento da viagem faz muita diferença. Para a minha viagem comprei as passagens com antecedência (quase 2 meses), pesquisei hotéis em locais que facilitassem o acesso aos principais pontos turísticos (ou que ficassem em locais mais fáceis de serem localizados, caso me perdesse), pesquisei sobre o tempo no período (só previsão, mas já ajuda), programei qual o período (no meu caso foi em função de um concurso), mas não necessariamente nesta ordem. Tudo isso influencia inclusive no quanto você vai gastar (que é outra coisa que você deve pensar ao planejar a viagem): fique de olho nas promoções de passagens e hotéis durante feriadões.

 

2. Faça um roteiro

Sua viagem não precisa ficar “engessada”, mas ter um roteiro a mão ajuda a organizar os locais que você quer visitar e quanto tempo irá disponibilizar para cada visita. É praticamente impossível conhecer e aproveitar tudo de uma só vez, porém o roteiro serve para priorizar os passeios que você mais deseja e ajuda a mentalizar o percurso. O Google Maps ajuda (e muito!) neste processo. Como já conheço um pouco o lugar para onde vou, consegui traçar os caminhos no mapa e inclusive ter uma idéia dos passeios que poderão ser feitos a pé ou não, identificar restaurantes e shoppings próximos, por aí vai.

 

3. Prepare a bagagem!

Malas de viagem

A depender do seu objetivo de viagem a bagagem pode mudar completamente! Como tenho intenção de comprar algumas coisinhas na cidade para onde estarei indo, e como não ficarei muitos dias, minha mala irá metade (ou mais) vazia (ia né, porque como vocês podem ver eu já lotei ela x_x), mas se o seu objetivo for puramente passear ou viajar para um evento rápido, uma mala menor pode ser suficiente. Além disso, conhecer o clima do lugar para onde você irá ajuda a escolher as roupas que deverá levar. Vou para um lugar frio (segundo li por ai, a cidade mais fria do Brasil), então levarei o casaco mais quente que possuo e uma bota (peças coringas), meia calça, meias e camisas de manga comprida. Além das roupas, é sempre bom lembrar de levar itens “essenciais” hoje em dia, como carregador de celular, pilhas para câmera, cartão de memória vazio, etc.

 

4. Imprima e separe todos os documentos necessários

Documentos

Além do roteiro que também levarei impresso (e uma versão digital no celular) é bom levar a confirmação de reserva do hotel e as passagens impressas. Geralmente um documento de identificação é suficiente, mas por via das dúvidas é melhor pecar por excesso de cuidado que pela falta. Esses podem ser levados na bagagem de mão.

 

5. Só estique o braço até onde sua mão possa alcançar

Ter consciência do quanto se tem, o quanto custa e quanto se pode gastar é essencial para não passar o período pós-viagem na depressão depois de ter gastado tudo que tinha e não tinha. Portanto, se possível, deixe todas as despesas previsíveis (hotel, passagem) quitadas antes mesmo de embarcar. Assim você pode deixar o dinheiro que vai levar apenas para despesas com alimentação, transporte e comprinhas.

E depois de todas essas dicas, alguém se arrisca a chutar qual o lugar para onde vou comemorar meus 2 anos de namoro? =)

my-little-kitchen category image
11 de junho de 2013
Postado por Sara Nascimento

Brigadeiro Romeu & Julieta

No clima do dia dos namorados resolvi presentear com comida! Ao ver uma foto no facebook dos Brigadeiros Candy Shop logo fiquei inspirada para fazer os meus e estrear a seção de receitas do blog =D

Brigadeiro Romeu & Julieta

 

Dificuldade: fácil

Tempo de preparo: 30-40 minutos

Rendimento: aproximadamente 25 unidades

 

Ingredientes

– 1 lata de leite condensado
– 2 col. sopa cheias de queijo parmesão ralado fino
– 1 col. chá rasa de manteiga
– Goiabada cortada em cubinhos (ou coração, se você tiver paciência)
– Açúcar refinado

 

 

Modo de preparo

Misture o leite condensado, o queijo ralado e a manteiga numa panela e leve ao fogo médio mexendo sempre até a massa desgrudar do fundo da panela. Despeje num prato untado com manteiga e espere esfriar. Depois de fria modele as bolinhas e passe no açúcar de confeiteiro. Decore com um quadradinho de goiabada em cima.

primaveras category image
06 de junho de 2013
Postado por Sara Nascimento

Primaveras de maio

Maio foi um mês cheio de influências parisienses sem que nem ao menos eu percebesse, até parar para escrever este post. Talvez tenha sido a influência da primavera por lá =)

Num dia, procurando um filme qualquer para assistir, acabei me deparando com Julie & Julia, cuja história é baseada no livro e vida de Julie, uma jornalista que cozinha ao final do dia para relaxar do seu trabalho estressante onde ela tenta resolver problemas de familiares e afetados pelos eventos do 11 de setembro nos Estados Unidos. Numa das conversas com o marido ela resolve criar um blog para mostrar as receitas que ela testaria da Julia Child, uma cozinheira que viveu em Paris e escreveu livros de culinária. Assim como a minha futura cozinha, Julie também se virava para realizar as receitas numa cozinha “aconchegante”, e em algumas cenas do filme podemos ver que, apesar da falta de espaço, cozinhar é sempre divertido. Disse que procurava um filme qualquer para assistir, mas o que me fez decidir por esse foi o fato de ter duas das atrizes queridinhas por mim: Meryl Streep (desde O diabo veste Prada) e Amy Adams (desde Casa Comigo?). Não esqueçamos do Stanley Tucci, que é extraordinariamente extraordinário, com todos os exageros possíveis.

Julie-Julia-2

Julie-Julia-1


Seguindo o estilo de cozinhas e cozinheiras, conheci a Rachel Khoo graças a querida Eveline, que está vendendo boa parte de seus livros. Dentre eles estava justamente o The Little Paris Kitchen, que fez meus olhos brilharem desde a primeira vez que li no blog dela sobre o livro e sobre as receitas da Rachel. Estou aguardando ansiosa a chegada dele para me aventurar em algumas receitas. Outra coisa que me deixou super feliz é que, citando mais uma vez, minha cozinha será bem pequenininha, então se a Rachel consegue fazer maravilhas na sua pequena cozinha, eu também vou conseguir!

Little Paris Kitchen

As minhas receitas favoritas para vocês também conhecerem:


Por último, finalmente terminei a leitura de A Parisiense. Tudo bem que por ser um guia não é o tipo de livro que a gente lê e relembra a história, mas acho importante tê-lo lido completamente porque se um dia for a Paris sei que o no livro existem algumas dicas que poderão me ajudar. Além disso, o livro é super gostoso de ler, folhear, suas folhas são em papel couché, cheias de cor, seja pelo texto, ilustrações ou fotografias, e a forma da Ines escrever deixa a leitura bastante divertida. E eu não sei se todo mundo que tem esse livro percebeu, mas ele tem um cheirinho maravilhoso que eu ainda não consegui descobrir se é por conta da capa, das folhas ou o quê. Mesmo depois de muitos meses (se não me engano, comprei ele em 2011 ou início de 2012) o cheirinho perdura!

A Parisiense

Sophie Gachet - A Parisiense

Dicas de moda - A Parisiense

Dicas para receber - A Parisiense

A Parisiense

A beleza em Paris - A Parisiense

Beijos e até mais!

Primavera de 87 - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017