Respirar

Há alguns meses vivo me perguntando o sentido de diversas coisas: para que viver se esforçando por algo que não vale tanto a pena, acabar com o próprio corpo trabalhando tanto para pagar as contas, viver contra a corrente, fazendo algo que você não gosta tanto para sobreviver… Qual o sentido de tudo isto?

E as vezes chego a conclusão de que isso é crescer, assumir responsabilidades, ter uma família… Mas ainda acredito que pode ser diferente, mas só será com uma condição: se nos achegarmos mais a Deus.

Sim, falamos tanto que só Ele pode todas as coisas, mas na prática estamos sempre querendo poder fazer todas essas coisas por nossas próprias mãos. É impossível. Basta pensar (até logicamente neste momento): em um mundo com bilhões de pessoas, acha que a sua força de vontade é mesmo maior que a de, no mínimo, 10% de todas essas pessoas? Mas se for a vontade de Deus, com certeza será.

Deixar a preocupação de lado, descansar nos braços Dele e pedir que a Sua vontade seja feita acima de todas as coisas (inclusive acima de meus sonhos e vontades) não é uma atitude fácil para o ego humano, mas sei que as coisas só irão fluir depois dessa atitude. E não, isso não significa não fazer alguma coisa para mudar, mas significa sim abrir mão de investir tanto em meus sonhos e passar a investir mais no sonho de outro. Isso é família, e tenho certeza que muitas mães e pais já fizeram muito isso por aqui.

Chegará então o momento de respirar, profundamente, e permitir que Ele, quem pode todas as coisas, possa agir.

One Reply to “Respirar”

  1. Entregar as coisas nas mãos de Deus, pode parecer difícil no começo, mas quando você sabe que Ele fará o que for melhor para você, essa se transforma na atitude mais fácil, especialmente diante das dificuldades.

    Fique bem 🙂

Deixe uma resposta