4 anos e ainda tantos aprendizados…

Ah, meu Guigui!

Como a vida nos prega peças! Eu ainda me lembro de toda minha devoção a você enquanto ainda te carregava aqui dentro. Preocupação com minha alimentação, com os “bipes” sonoros do trabalho que me incomodavam e também te fazia dar cambalhotas, de todas aquelas horas de dor quase insuportável esperando por sua chegada, do meu desejo de permanecer pra sempre ao seu lado por todos os segundos, do meu desespero em não poder realizar isso, da minha angústia em perceber que ninguém mais entendia a minha dor.

Mas aí Deus te fez assim: decidido, forte, carinhoso, capaz, e eu arriscaria até dizer independente. Era tchau na hora de me deixar no trabalho, era simplesmente não se importar em ser deixado no primeiro dia de aula na escola, era aos três anos querer se limpar sozinho ao ir ao banheiro, mas ao mesmo tempo pedindo colo, beijinho pra dormir ou quando se machucava, chamando pra jogar videogame… E esses são apenas retalhos de motivos do porque eu sou apaixonada por você, mesmo não sendo uma mãe perfeita.

Peço ao Senhor que me capacite e me transforme na mãe que Ele deseja que eu seja pra você, que me dê sabedoria para te conduzir nos caminhos Dele e que você seja de fato e de verdade um homem de Deus, que honre seus pais, respeite e ame o próximo, mas antes a si mesmo, e que todos os segundos de sua vida estejam de acordo com a vontade e soberania de Deus. Eu te abençoo em o nome do Senhor Jesus Cristo!

E esse texto foi “só” para comemorar os 4 anos do meu príncipe-mor, que foi em março, mas hoje meu coração foi tocado a registrar essas palavras. E o tema e os detalhes da festa foram decididos por ele. Como eu disse, menino decidido esse o meu, que eu amo demais!!!

Deixe uma resposta