por-ai category image
20 de agosto de 2013
Postado por Sara Nascimento

23 de junho, Curitiba – Dia 3

Último post da viagem, para matar (e deixar com) saudade. Desculpem o atraso! ^^

Nossos passeios de domingo começaram logo cedinho, mas acabamos não levando a câmera em nossa visita à feirinha do Largo da Ordem. Dando uma pesquisada no Kekanto para descobrir outros locais interessantes, e depois de uma lida nas dicas da Matraca, decidi que queria visitar a feirinha no domingo que estaria lá. Foi uma das melhores escolhas que fiz, pois eu amo feirinhas, Frances amou o lugar e queria passar mais tempo, mas nossa manhã já estava comprometida. Como não tirei foto de lá vou colocar foto do que compramos por lá, um lápis feito de óleo reciclado pelo Seu Orlando e uma caneca de lembrança de Curitiba para minha avó (não encontrei para fotografar, hunf). Frances também comprou uma pipa gigante de avião, mas quando pudermos colocá-la no ar eu mostro por aqui (:

À tarde dois irmãos da Igreja em Curitiba nos levaram para alguns passeios. Começamos pela Praça do Japão, que era outro lugar que eu ainda não conhecia. Estava na esperança de encontrar a cerejeira florida, mas não foi dessa vez =/

Praça do Japão

Outro lugar que eu queria muito ter ido foi o Mercado Municipal (era um dos meus passeios mais esperados), porém quando chegamos lá já estava fechado, então partimos para o Jardim Botânico. Meus dois lugares favoritos em Curitiba não conquistaram Frances de primeira, rs, mas ele gostou bastante de uma exposição que estava acontecendo numa galeria dentro do Jardim que dramatizava uma selva.

Depois disso fomos para o hotel descansar para um provável jantar à noite, mas o cansaço nos abateu. Quem disse que passear não cansa? rs

Na segunda pouco saímos, pois a chuva voltou a se fazer presente e ficamos só esperando o horário de ir pro aeroporto. Conheci o Quintana Café por indicação da Eveline, mas também não tirei foto porque o cartão de memória da câmera estava dentro da mala e o celular descarregando =( Amamos a comida de lá, pois tudo é orgânico e muito criativo. Pela primeira vez na minha vida eu pude entender o que significa aquele termo que muitos falam quando comem algo e sentem uma explosão de sabores na boca. Foi assim que eu senti quando almocei lá. Queria provar a cheesecake, mas ficamos tão satisfeitos que deixamos para a próxima visita (que, espero, não se demore).

E o diário de viagem de Curitiba fica por aqui! É pouco provável que eu atualize essa categoria em breve, pois o segundo semestre fez questão de engolir todos os feriados para os finais de semana, então isto significa nada de feriados prolongados e poucas possibilidades de viajar. Mas ano que vem tem férias (e muito mais ^^) e surpresas boas sempre podem acontecer 😉

por-ai category image
26 de junho de 2013
Postado por Sara Nascimento

21 de junho, Curitiba – Dia 1

Depois de uma mudança de portão avisada de última hora, um pouco de turbulência e muita nuvem, finalmente chegamos em Curitiba nesse início de tarde fria e chuvosa, mas nada como uma diversão boba (tipo sair fumacinha da boca ao falar) pra fazer-nos ver como é bacana passar alguns dias no frio <3

Frances - Aeroporto Internacional Luis Eduardo Magalhães

 16ºC - Curitiba

Por conta da chuva e do cansaço (acordamos antes das 5h por pura ansiedade, levamos mais 2:30 no avião e um pequeno engarrafamento entre o aeroporto e o hotel) acabamos não fazendo nem metade do nosso roteiro para o primeiro dia. Na verdade adiantamos algumas comprinhas que seriam feitas no sábado e deixamos todos os passeios para o sábado, quando, segundo a previsão do tempo, faria sol.

Depois de almoçarmos com chocolate quente (é, estava bem frio), passamos por uma feirinha na Praça General Osório onde #aloucadobambu comprou mais um utensílio para sua coleção e tirou algumas fotos das barraquinhas. Tinha barraquinhas com comidas típicas de outros países e de outros estados, inclusive acarajé e tapioca diretamente da Bahia!

Utensílios de bambu na feirinha

Também compramos umas besteirinhas na Casa China da Praça Rui Barbosa e se não fosse por Frances eu certamente teria que pagar alguns quilos de bagagem extra. Tínhamos a intenção de ir para o Shopping Estação e para uma reunião, porém diante do movimento da manifestação resolvemos voltar para o hotel.

Frances com preguiça de caminhar, rs

Hotel que eu adorei! Aí minha cama ainda estava arrumadinha ^^

Descemos um pouco mais tarde para dar uma volta e nos deparamos com uma manifestação pacífica e linda vindo da 7 de Setembro, seguindo para a Praça Tiradentes, onde reunia gente de todas as idades. Vou abrir um adendo para falar sobre a manifestação. Acompanhamos um trechinho próximo a Praça Tiradentes e até lá estava tudo ocorrendo pacificamente, com ajuda inclusive de guardas de trânsito para descongestionar as vias. Vimos muitos jovens, alguns adultos e uma senhora com um carro com o som tocando músicas que falam sobre o Brasil. No dia seguinte acabamos vendo os estragos que foram feitos por vândalos no Centro Cívico, mas não vou me ater sobre isso porque já basta a mídia televisiva dando tanto ibope para pessoas que, a meu ver, não são cidadãos e mereciam sim ser expulsos de uma manifestação que é séria. Quebrar a cidade só é prejuízo para nós mesmos. Não tive coragem de participar da manifestação em Salvador no dia do jogo, pois a fama da nossa polícia já superou fronteiras, e na internet já circulava desde a semana anterior sobre um comentário que teria sido feito pelo governador que o protesto não ia ocorrer. De toda forma, fiquei feliz de poder participar, mesmo que brevemente, da manifestação em Curitiba, e assim que tiver upado o vídeo que gravei por lá atualizo o post.

E assim terminou o nosso primeiro dia de viagem. No próximo post eu conto como foi o nosso dia de passeio pelos principais pontos turísticos.

Primavera de 87 - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017